Começam as audiências do caso do professor e ativista LGBT morto em Pombos


Começou ontem segunda-feira (18/11), no Fórum Municipal de Pombos, a série de audiências de instrução e julgamento sobre o assassinato de Sandro Cipriano, professor e militante LGBT que desapareceu e foi encontrado morto no dia 29 de junho de 2019 em um sítio da zona rural de Pombos, no Agreste de Pernambuco.

Na audiência, serão ouvidos os dois acusados de cometer o crime. Cerca de 20 testemunhas foram solicitadas pela promotoria, e caso todas compareçam, partirá para argumentos de defesa e alegações finais. O caso ocorre em segredo de justiça, portanto,  poucas informações são divulgadas.

Morte - O corpo de Sandro Cipriano foi encontrado sem os dois olhos e com diversas perfurações por populares na manhã do dia 29 de junho deste ano, após o professor ter desaparecido no dia 27.

JC

Nenhum comentário