Projeto que reajusta salário mínimo e dos professores é enviado para a Câmara de Chã Grande

O prefeito de Chã Grande, Diogo Alexandre, fez na manhã desta terça-feira, 8, o encaminhamento de dois projetos de lei para a Câmara Municipal. Os documentos tratam da readequação do salário mínimo e do reajuste dos professores da Rede Municipal de Ensino, seguindo a proposta apresentada como base pelo Governo Federal.


O Projeto de Lei de número 001/2019 trata do reajuste salarial do piso dos professores municipais. O percentual reajustado é de 4,17%, conforme determinado pelo Ministério da Educação. Já o PL de número 002/2019 estabelece em R$ 998,00 o salário mínimo para o ano de 2019. O valor foi estabelecido pelo presidente Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, após tomar posse.

Nas redes sociais, o gestor comentou o envio dos projetos ao poder legislativo municipal, para que possam ser aprovados. "Enviamos a Câmara de Vereadores projetos de lei concedendo o aumento do salário mínimo e o aumento dos professores, procuramos conduzir a administração pública com muito zelo e dedicação", escreveu.

Segundo o cronograma da Câmara Municipal, os projetos serão apresentados nesta quarta-feira (9), durante a reunião ordinária da Casa. Em seguida, seguirão para as comissões de Justiça e Redação e Finanças e Orçamento. A expectativa é de que no dia 16, os textos passem pela primeira votação, enquanto que no dia 23 será a segunda. Quando aprovados, passarão pela sanção do prefeito Diogo Alexandre.

O município de Chã Grande é o primeiro em toda a região a fazer o envio do reajuste salarial, tanto o mínimo quanto dos professores, para aprovação da Câmara. Ano passado, a cidade também foi a primeira a conceder o reajuste salarial dos professores, uma conquista para os educadores do município pelo terceiro ano seguido.

Nenhum comentário