Agricultores de Chã Grande são beneficiados com entrega de documentos pela APAC


Os agricultores da associação de Japaranduba, na zona rural de Chã Grande, participaram de uma reunião nesta terça-feira (15), que contou também com a participação do secretário de meio ambiente do município, Mayr Lapenda, e de agricultura Emeson Campos. Na oportunidade, os agricultores receberam uma declaração da Agência Pernambucana de Águas e Climas (APAC), que ratifica a existência do processo de outorga d'água para os associados.

Este é um assunto que vem sendo discutido no município desde 2017, quando uma audiência pública foi realizada no Fórum Municipal de Chã Grande. Na ocasião, a Companhia Pernambucana de Saneamento e Abastecimento (Compesa) pedia que fosse proibida a retirada de água dos afluentes que formam a bacia do Rio Macacos, responsável por um dos sistemas de abastecimento da cidade.

Segundo a Compesa alegou na época, a ação diminuía o fluxo de água no reservatório, o que afetava diretamente o abastecimento na cidade. De lá pra cá, várias reuniões foram realizadas, com o objetivo de resolver a situação, já que os agricultores precisam da água também para a irrigação de suas lavouras.

Segundo Mayr Lapenda, o documento entregue a associação de agricultores de Japaranduba já garante uma segurança para a comunidade, que chegou a ter as bombas d'água retiradas por ordem judicial. "Os deixa resguardados de algum problema que possa vir a existir nessa seara. Esse documento assegura os agricultores", destaca o secretário.

Nenhum comentário