FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

COLUNA: O desafio dos novos gestores



A greve dos caminhoneiros trouxe de volta um debate que, estava aparentemente “esquecido”, pela população e por nossos gestores: a crise fiscal e orçamentária. As reformas do estado precisam ser feitas, pois, hoje, o Brasil gasta mais do que arrecada. Temos um funcionalismo público extremante caro, há muitos privilégios para os poderes executivos, legislativo, judiciário e para os militares.

O Brasil precisa de reformas urgentes, os Estados brasileiros também, pois estamos caminhando para uma tragédia fiscal. O congelamento dos gastos em saúde e educação que, foi feito pelo governo Temer, não vai mudar em nada esse cenário, quem vai sofrer com esse congelamento são os mais pobres.

Esse é o desafio que está e estará posto no gabinete do próximo presidente da República e dos governadores. Ano passado tínhamos uma perspectiva de crescimento de 3%, hoje, esta previsão está descartada. Com isso, o próximo governo enfrentará recessão econômica e crise fiscal.

______________
Renné Gonçalves cursa Ciências Sociais pela UFPE

Nenhum comentário