FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

Câmara aprova contas de 2010 do atual prefeito Diogo Alexandre


A Câmara Municipal de Chã Grande aprovou nesta quarta-feira (14), as contas do exercício 2010 do atual prefeito Diogo Alexandre (PR). Todos os nove vereadores presentes na sessão votaram favoráveis. Apenas Danielle Alves (PDT) e Sérgio do Sindicato (SD) não participaram da
reunião, presidida pelo vereador Jorge Luís (PR).

A sessão iniciou com a leitura dos pareceres, ofícios e decisões, referentes às contas do exercício de 2010, na segunda gestão do prefeito Diogo Alexandre. A leitura ficou a cargo do advogado da Câmara Municipal, Willian Wagner. Após a explanação, o presidente Jorge Luís seguiu para a votação, que ocorreu de forma nominal, por ordem alfabética.

O primeiro parlamentar a votar foi Demir do Conselho (PSL). O vereador votou sim pela aprovação das contas, seguindo parecer do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). Seu voto foi seguido pela vereadora Célia de Jaci (REDE), segunda a votar, Inaldo do Raio-X (PT do
B), Ninho Moto Táxi (PR), Irmão Zaninho (PR), Jorge Luís, Beto Karias (PR) e Rodrigo da Malhadinha (PSD). O vereador Dandão, único oposicionista presente na sessão, também votou favorável, fechando o placar em 9 a 0.

Com o resultado, a Câmara de Chã Grande fecha um ciclo de três contas do atual prefeito Diogo Alexandre, referentes a gestões anteriores, aprovadas. Além de 2010, foram analisadas também as de 2007 e 2008, que tinham sido arquivadas em outras legislaturas.

A nova apreciação das contas foi possível através de uma iniciativa do presidente Jorge Luís, que em 2017 apresentou a proposta de anulação das decisões anteriores. A proposta, através de Decreto Legislativo, foi aprovada na Casa Paulo Viana de Queiroz, o que submeteu as contas a um
novo processo de análise. Isso permitiu, segundo o vereador, uma maior transparência nos trabalhos do legislativo municipal.

“A transparência tem que ser sempre constante, pois é através dela que as pessoas vão ter conhecimento de como é dirigido o município, como é dirigido esta Casa”, disse Jorge Luís. “A gente procura sempre expor à sociedade”, concluiu.

Nenhum comentário