Cadela comove ao compartilhar cobertor com cão de rua - JORNAL FOLHA REGIONAL

Mobile Menu

Top Ads

Seja nosso repórter, envie sua notícia para o zap (81) 99772-8280

Mais notícias

logoblog

Cadela comove ao compartilhar cobertor com cão de rua

07/07/2017

Uma cadela adotada por um casal de Ivoti, no Vale do Sinos, interior do Rio Grande do Sul, chamou a atenção de todos os que viram a foto em que, de dentro do pátio da casa, ela compartilha a própria coberta com um cachorro que estava na rua. A imagem foi registrada por Luiz Felipe Olkoski na manhã de terça-feira (4) e publicada em uma rede social por sua noiva, Suelen Schaumloeffel.
Suelen contou ao G1 como reagiu ao ver a foto e o que o gesto da cachorrinha Lana representou para si.

"Foi um tapa na cara, porque o que ela fez é espontâneo, sem pensar em ganhar nada em troca, uma atitude completamente despretensiosa. Foi um gesto lindo", avalia.

Segundo ela, Lana é uma vira-lata que tem aproximadamente nove meses, e foi adotada pelo casal em janeiro deste ano. Desde então, passou a morar na casa de Felipe em razão do espaço e da companhia de outros cães.

A coberta que aparece na foto sendo dividida pelos dois cachorrinhos foi dada pela sogra à cadela nesta semana. No texto que acompanha a imagem publicada na rede social, Suelen relata: "Vendo o amigo sem lar e com frio a Lana não hesitou em compartilhar a coberta. Levou até a cerca e ofereceu um pedaço ao amigo. Cada um de um lado da cerca, mas os dois quentinhos".

Para a dona, o gesto de Lana pode ter a ver com ela já ter vivido a mesma situação que o outro cãozinho.

"Acho que essa atitude dela tem a ver com ter sentido a mesma coisa na pele. Não sei se ele está em situação de abandono, mas estamos dando comida, tentando nos aproximar dele. Coisas que muitas vezes a gente não faz por outras pessoas, mas ela viu e fez alguma coisa", diz.

A publicação teve mais de 17 mil compartilhamentos, 28 mil reações e quase 5 mil comentários na página de Suelen em dois dias. A jornalista afirma que não esperava tanta repercussão, mas garante ter ficado feliz com a reflexão que a imagem pôde causar.

"Inicialmente a intenção foi compartilhar com os meus amigos, só que isso foi crescendo e crescendo e fiquei muito feliz porque muitas pessoas elogiaram a atitude dela. Quem sabe param para pensar nisso, né?", vibra.

Ainda de acordo com ela, o outro cãozinho tem coleira e não aparece sempre no local. Por isso, não é possível dizer se ele foi abandonado e vive na rua. Porém, na postagem, Suelen afirma que o "amiguinho não está desamparado". Ela explicou por que escreveu isso.

"Muitas pessoas estão pedindo para nós adotarmos ele, mas a gente está tentando se aproximar devagar, porque ele foge. Não sabemos qual a real situação dele. Mas meus amigos sabem que eu nunca ignoraria ou deixaria um cachorrinho em uma situação assim, por isso, resolvi dizer que ele está sendo amparado", explica.

G1