FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

Governador Paulo Câmara e prefeito do Recife são citados em deleção premiada

O atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o ex-governador e presidenciável, Eduardo Campos (PSB) e o prefeito reeleito do Recife, Geraldo Júnior (PSB), foram citados na delação premiada do diretor de relações institucionais da Holding J&F, Ricardo Saud. O executivo destacou sua relação com Eduardo Campos e citou PROPINA de 15 milhões de reais para a campanha do socialista.

Após a morte de Eduardo Campos, Geraldo Júlio teria sido procurado para falar sobre a campanha de Paulo Câmara e a possibilidade da chapa sair vitoriosa em homenagem a Eduardo Campo: “O que nó prometemos, que é os 14, nós vamos pagar. O resto a gente não paga mais nada. […] Íamos pagar para não atrapalhar a campanha de Paulo Câmara. E ainda darmos uma propina para o Paulo Câmara em dinheiro vivo lá em Pernambuco”, disse o delator.

Nas alegações do delator executivo da JBS, o senador Fernando Bezerra Coelho, eleito na base socialista, teria sido beneficiado com as negociações: “O Fernando Bezerra Coelho foi beneficiado. Essa nota fiscal aqui de 1 milhão de reais foi para ele”, destacou o delator da JBS.

Numa nota divulgada, o governador de Pernambuco negou que houvesse solicitado ou recebido recursos de qualquer empresa em troca de favores, que tem a vida dedicada ao serviço público e um homem de classe média vivendo do próprio salário. Paulo Câmara informou que todas as doações de sua campanha foram legais, registradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.

PE Notícias