FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

Em ato pró Aécio no Recife, tucanos e socialistas exaltam “Fora, Dilma”


Um dia após o périplo de Dilma e Lula por Pernambuco, o ato a favor da candidatura de Aécio Neves (PSDB), organizado pelas redes sociais, encheu o Marco Zero, Centro do Recife, na noite desta quarta-feira (22). Empunhando bandeiras do Brasil e vestidos com as cores verde, azul e amarelo, os entusiastas à candidatura do tucano fizeram uma mobilização pedindo a saída da presidente. O “Fora Dilma” e “Fora PT” vinha à tona nos intervalos das falas dos políticos. O governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o senador eleito, Fernando Bezerra Coelho, todos do PSB, participaram do ato e discursaram a favor da mudança do poder. Em sua fala, inclusive, Geraldo Julio entoou um grito de guerra: “Tira Dilma de lá//Tira Dilma de lá”.

O ato aconteceu, simultaneamente, em várias cidades do Brasil. Aécio fez campanha em Belo Horizonte nesta quarta.

O ato favorável à candidatura tucana teve início com uma caminhada das mulheres no Centro do Recife. O grupo uniu-se aos presentes no Marco Zero para o manifesto político.

No Marco Zero, o ato começou tímido. O ápice aconteceu quando os políticos da Frente Popular, que declararam apoio a Aécio Neves no segundo turno, depois que Marina Silva (PSB) saiu derrotada das urnas, iniciaram as falas.

Depois de participar da caminhada das mulheres, a primeira-dama de Itapissuma, Josinete Gomes, 34 anos, disse que no primeiro turno votou em Marina Silva em homenagem ao ex-governador Eduardo Campos (PSB), que morreu em um trágico acidente aéreo. “Agora voto em Aécio em memória ao ex-governador”, disse.

Criado no Facebook, em uma página chamada “Vem pra Rua”,  o evento foi criado de forma espontânea, dizem os organizadores. À frente da organização, Roberta Araújo, durante o discurso, afirmou que estava ali porque lutava por um mundo melhor para minha filha e minha família. Araújo também criticou o Bolsa Família, afirmando que o projeto deveria ser transformado em lei, para evitar que fosse transformado em “moeda de troca”, segundo ela.

Além dos políticos da Frente Popular, participaram do ato Elias Gomes, Betinho Gomes, Bruno Araújo e Daniel Coelho, todos do PSDB.

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) também levou sua mensagem de crítica ao governo federal. O ponto nevrálgico para a categoria foi a criação do programa Mais Médicos, criado em 2013, que trouxe 14 mil profissionais para atuar nas regiões mais carentes do Brasil.

Dilma e Aécio disputam os votos de Marina Silva (PSB) em Pernambuco, a mais bem colocada no primeiro turno no Estado, com 48% dos votos. Dilma teve 44% e Aécio, 5%.

NE10

Nenhum comentário