Últimas

latest

Líderes da greve da Polícia Militar em Pernambuco vão disputar mandatos

11/07/2014

/ Da redação


Apesar de ter bradado em cima de um trio elétrico que não sairia candidata nas eleições em outubro deste ano, a ex-comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Maria da Conceição Antero Pessoa, reviu o posicionamento e resolveu disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A oficial registrou a candidatura para deputada estadual pelo Partido Progressista (PP), na coligação Pernambuco que Quero. ]

Durante a paralisação, questionada se havia interesse em ingressar na carreira política, a coronel afirmou que não tinha vontade, mas “se fosse instada pelos companheiros não iria descartar a possibilidade”.


O soldado Joel Maurino – lotado no 18º Batalhão da Polícia Militar, um dos organizadores da paralisação e voz forte entre os homens da base da corporação – também lançou candidatura para deputado estadual. O candidato disputa a vaga pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS), que compõe a chapa com o PP.

O soldado da Polícia Militar (PM) Alberisson Carlos, uma das lideranças da greve da PM em maio, que saiu vencedor das eleições para a presidência da Associação de Cabos e Soldados e Bombeiros Militares de Pernambuco (ACS-PE), também disputará uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PTB.

A greve da PM nasceu em meio a uma crise dentro da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), entidade que esteve no epicentro da luta sindical da categoria, há quase 20 anos.


Por isso, esta não seria a primeira vez na história pernambucana que um movimento grevista alçou os líderes a uma posição de líder político.

Na greve de 1997, o movimento grevista coincidiu com a ascensão de lideranças tanto da Associação dos Cabos e Soldados quanto da Associação dos Oficiais, Subtenentes e Sargentos da Polícia e Bombeiro Militar.
Passada a manifestação, ganharam visibilidade policiais que, mais tarde, terminariam seguindo carreira política. É o caso do soldado Moisés, que foi eleito deputado estadual, e do então major Alberto Feitosa, que também conquistou uma vaga na Assembleia Legislativa.

Ne10








Nenhum comentário

Postar um comentário

Você tem alguma informação? Nos envie pelo nosso Zap: (81) 99772-8280
© Diretos reservados | Jornal Folha Regional 2019
Ligue e anuncie conosco (81) 9 9772-8280