FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

Preço do milho mais baixo

Nesta sexta-feira (13), a Ceasa, na BR-101, no Recife, comemora a chegada das festas juninas com forró, quadrilhas e comidas feitas a base de milho. Este ano, as chuvas que atingiram o estado e afetaram a região da seca também abaixaram o preço do alimento que dá origem às principais comidas da época. Com o aquecimento nas vendas, além dos shows no arraial montado no estabelecimento, o pátio do milho da Ceasa passa a funcionar 24 horas até o dia 23 de junho.

Segundo o presidente da Ceasa, Romero Pontual, a preço médio da mão do milho está por R$ 20. "Tanto a qualidade quanto a quantidade do milho aumentaram, em função das chuvas de 2014. Tivemos uma seca que começou em 2012, passou por 2013, quando o milho chegou a R$ 30 ou até mesmo R$ 35. Hoje, o preço do milho baixou bastante por causa das chuvas. O preço, atualmente, pode chegar a até R$ 25, mas a média é de de R$ 20”, explica.

O preço é bom para o consumidor e também para o vendedor, de acordo com um dos comerciantes da feira. "No ano passado, a mão de milho chegou a ser vendida a R$ 40. Esse ano está por R$ 15, aqui comigo. A safra esse ano está grande. Quando tem muito milho fica barato, quando tem pouco, fica caro", explica.

Quadrilhas juninas, bacamarteiros, banda de forró e comidas típicas estão entre as atrações da festa no arraial. O cantor Azulão, de Caruaru, foi o homenageado dos festejos. Nos dias de jogos do Brasil (12, 17 e 23 de junho, a Ceasa fica aberta da meia-noite até 13h (exceto o pátio do milho, que funciona 24 horas). No dia 24, apenas o pátio do milho fica aberto, das 5h às 13h.

Chã Grande News

Nenhum comentário