FECHAR

.....

.....

.

.

ÚLTIMAS

Inscrições para vestibular 2015 da UPE começou nesta segunda-feira

Começou nesta segunda (30) as inscrições para o vestibular tradicional 2015 da Universidade de Pernambuco (UPE). A inscrição é feita exclusivamente pela internet, através do site da UPE, até o dia 31 de julho. A taxa custa R$ 110. São ofertadas 2.074 vagas em 53 cursos de graduação, divididos entre os campi Região Metropolitana, Mata Norte, Mata Sul, Agreste e Sertão.

A primeira fase do vestibular tradicional vai ser através da nota do Enem, mas, ao contrário do que aconteceu ano passado, a redação do Enem passará a integrar a nota do candidato. Já na segunda fase serão aplicadas provas específicas, de acordo com o curso escolhido no ato de inscrição.
O candidato interessado em se inscrever precisa fornecer CPF e e-mail válido no site da UPE. A isenção da taxa de inscrição deve ser solicitada ainda na primeira semana de inscrição, ou seja, até o dia 4 de julho, também no site.

As provas do vestibular tradicional vão ser aplicadas nos dias 7 e 8 de dezembro. Nos dois dias, os alunos terão 4 horas e meia para resolver os testes. No primeiro dia, serão 40 questões, divididas entre português e uma disciplina específica. No segundo, o número de questões é o mesmo, dividido entre outras duas disciplinas específicas, totalizando quatro provas. A previsão é que o resultado seja divulgado até o dia 30 de janeiro.
Novidades

Como anunciado anteriormente, este será o último ano em que a UPE adota o vestibular tradicional como processo de ingresso. A partir do próximo ano, a seleção se dará através do SSA e do Sistema Unificado de Seleção (Sisu), formado pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Uma das novidades deste ano é uma modificação no curso de Letras ofertado em Petrolina.  A graduação era em Português ou Inglês, mas agora passa a ser Português-Inglês e Portugues-Espanhol, com 50 vagas para cada modalidade.

Os demais cursos permanecem os mesmos em cada campus. A cota social, de 20% do total de vagas, também está mantida, sendo destinada a estudantes que tenham cursado a segunda parte do ensino fundamental e o ensino médio única e exclusivamente em escolas públicas municipais ou estaduais – os estudantes oriundos de escolas federais não são incluídos nas cotas.

G1

Nenhum comentário